Calcutá, uma das cidades mais bonitas da Índia

Calcutá Índia

Calcuta, a antiga capital da Índia britânica, ainda mantém um pouco daquela elegância antiga, o que a torna uma cidade diferente das outras grandes cidades do país. Ainda hoje é a orgulhosa capital do estado de West Bengal e o coração cultural da Índia.

A melhor coisa de visitar Calcutá para o viajante ocidental é que você encontrará a verdadeira essência da Índia, mas você também encontrará muito mais. E é que nesta cidade onde vivem mais de cinco milhões de pessoas, há muitos história, arte, cultura e diversão.

Calcutá também é uma cidade de contrastes. Nele convivem palácios e vilas luxuosas com alguns dos bairros mais pobres do mundo, onde os famosos Madre Teresa desenvolveu um trabalho humanitário incansável durante décadas.

Mas, acima de tudo, Calcutá é um destino fascinante que não deixa ninguém indiferente. Estes são os visitas essenciais:

Templo Dakshineswar

Um dos edifícios mais bonitos e impressionantes do país. O Templo Dakshineswar é dedicado ao deusa Kali, sempre cheio de devotos e turistas.

Templo de Calcutá

Templo Dakshineswar

O templo fica nas margens do rio Hooghly. Foi construído no século XNUMX por iniciativa do filantropo Rani Rasmoni. Sua estrutura chama a atenção por suas nove grandes torres. Já dentro de um grande pátio se abre, onde os fiéis podem adorar e elevar suas orações às grandes estátuas de mármore branco de divindades do panteão hindu, como Shiva, Vishnu e, claro, Kali.

Ao pé do templo estão os ghat, os degraus sagrados que descem até a margem do rio.

A entrada para o Templo Dakshineswar é gratuita, talvez isso explique por que está sempre lotado de gente.

Howrah Bridge

Para muitos, esse é o grande ícone da cidade. Embora seu nome oficial seja Rabindra Setú, todos em Calcutá o conhecem pelo nome que os ingleses lhe deram: Howrah Bridge. Foi inaugurado em 1943 para dar acesso à cidade a partir da cidade vizinha de Howrah, de onde leva o nome.

ponte de calcutá

A ponte Howrah em Calcutá

Essa estrutura de metal maravilhosa suporta tráfego pesado: cerca de 150.000 veículos e mais de 90.000 pedestres por dia. Suas dimensões são as seguintes: 217 metros de comprimento e 90 metros de altura. À noite é iluminado oferecendo um belo espetáculo ao povo de Calcu.

Maidan e Victoria Memorial

O parque mais importante da cidade, conhecido na época colonial como Brigada Parade Ground. É uma grande esplanada com árvores e relva localizada no centro de Calcutá. É o lugar ideal para fugir da agitação das ruas da cidade, que para os turistas pode ser um pouco opressora.

Maidan

Jogadores de críquete no Maidan em Calcutá, com o Victoria Memorial ao fundo

Entre outras coisas, em Maidan Park você encontrará o popular Campo de Críquete Eden Gardens e o autódromo de Calcutá.

Mas, acima de tudo, em uma extremidade do parque fica o maravilhoso edifício de Victoria Memorial, um monumento comemorativo em homenagem à rainha Vitória após sua morte em 1901. Seu interior abriga um museu onde são exibidas pinturas a óleo sobre a vida da rainha.

Belur Math

Outro local imperdível em Calcutá é, sem dúvida, o templo de Belur Math. Não é um templo qualquer, mas um muito especial, pois é o coração do Movimento Ramakrishna. O mais notável em sua arquitetura é a fusão quase impossível de arte cristã, islâmica, hindu e budista. E é que seus construtores pretendiam que este templo fosse um símbolo da unidade de todas as religiões.

templo indiano

O eclético templo de Belur Math

Outras visitas essenciais em Calcutá

Os lugares interessantes para ver e descobrir em Calcutá são infinitos. É melhor relaxar e dedicar cada dia da sua estadia a explorar uma área diferente da cidade. Um bom plano, por exemplo, é procurar vestígios coloniais britânicos, que encontraremos em Fort William, No Catedral de São Paulo e no edifício neo-gótico do Tribunal Superior.

Para mergulhar na atmosfera intensa e colorida da cidade, você deve visitar o mercado de flores em Mullick Ghat e pechinchar nas barracas de tecido e artesanato do Novo Mercado. Também vale a pena visitar Phears Lane em Old Chinatown (a velha Chinatown). Porém, para desfrutar de uma experiência gastronômica cem por cento bengali, é necessário fazer uma parada em um dos restaurantes tradicionais de Park Street.

Uma visita mais descontraída é oferecida pelo Jardim Botânico de Calcutá, onde crescem lírios gigantes e onde encontraremos uma figueira-da-índia com séculos de idade. Lá você finalmente encontrará um pouco de paz entre tantas emoções.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*