Quais são as especiarias mais usadas na Índia?

 

O mundo das especiarias é impressionante. Adoro abrir o armário da cozinha e cheirar os aromas mistos das dezenas de potes que guardo lá, mas sei que não podem ser comparados a as especiarias mais usadas na Índia.

Como deve ser aromática a cozinha de uma família indiana! Estou com água na boca só de pensar nessas cores e aromas ... Gostas do Cozinha indiana? Então, vamos saber hoje quais são as espécies mais utilizadas na Índia.

Índia e seu mundo aromático

La gastronomia indiana Ele usa uma miríade de especiarias, moídas ou não, sozinhas ou em combinação com outras, por isso às vezes pode ser intimidante ousar fazer um prato indiano em casa. Mas se você tiver um pouco de prática e conseguir reconhecê-los, já terá percorrido um longo caminho.

Especialistas em culinária indiana dizem que Existem basicamente 11 especiarias amplamente utilizadas na culinária indiana. A maioria é usada seco e torrado para que exalem seus óleos essenciais antes de serem triturados e adicionados a combinações com outras especiarias.

Embora o uso de argamassa seja antigo, hoje é mais fácil e mais aconselhável usar um robô de cozinha para conseguir uma moagem superfina. É que algumas especiarias, por exemplo a casca da cássia, são muito duras e com um pilão é muito difícil moê-las.

Aprender sobre temperos é importante porque mudar sua técnica de cozimento pode fazer uma espécie ter um sabor diferente ou, da mesma forma, colocá-la em outro ponto do preparo tem outros efeitos.

Obviamente, existem muito mais espécies, 40, não apenas onze, mas algumas são raras ou usadas apenas em certas regiões, por exemplo, a flor de pedra. Assim, podemos concentrar um subgrupo de 24 especiarias essenciais que aparecem em toda a culinária indiana e nas tradições culinárias dos últimos séculos, e a partir daí podemos fazer outro subgrupo de 11, o mais utilizado.

Cardamomo

Feno dois estilos de cardamomo que são usados ​​na gastronomia indiana: verde e preto. O verde é o mais comum e muito utilizado nas misturas de especiarias e nas sobremesas mais típicas. O cardamomo verde tem sabor leve e adocicado, com notas suaves de eucalipto. Pode ser misturado inteiro ao fazer mistura, como no clássico garam masala. Além disso, ao usá-lo em sobremesas e doces, a semente aberta pode ser usada.

O cardamomo preto é muito intenso e um tanto esfumaçado e sim ou sim você deve usá-lo com cuidado. Usam-se poucas sementes e se usar a vagem inteira tem que tirar antes de servir o prato, porque se morder, meu Deus.

Cravo da Índia

Também é uma espécie clássica, com ares de anis, muito reconhecível em pratos indianos. Seu sabor e aroma derivam de seu forte óleo essencial, quase medicinal. O cravo é uma flor e seus óleos são prensados ​​e extraídos antes de serem usados ​​na culinária.

Eles também podem ser usados ​​inteiros ou misturados com outras especiarias e você não precisa ter tanto cuidado porque eles são suaves. Um prato clássico de cravo é Kerala Coconut Curry Chicken.

Casca de cássia

Também é conhecido como canela chinesa, embora a canela seja diferente. Cássia é mais barato produzir E, na verdade, a maior parte da canela em pó que você obtém é produzida a partir da casca da cássia.

Os índios usam a cássia em vez da canela para cozinhar, aproveitando seu sabor mais suave, e a utilizam em grandes quantidades. Também pode ser usado grão ou terra e combinados com outros. Tem uma consistência mais áspera que a canela e é fácil verificar se é fresco ou não: se esfregar entre os dedos, conseguirá sentir o perfume da canela se estiver fresco.

O curry Mughlai paneer é feito com crosta de cássia.

Pimenta preta

Eu amo pimenta-do-reino. É nativo da Índia, das regiões de Malabar e Gates Ocidentais. A verdade é que é um tempero que custa muito crescer porque depende muito da natureza e de seus ciclos. Por isso tem preços que variam sempre.

A pimenta-do-reino deve ser torrada antes do uso e sempre, sempre, é melhor tê-lo em grão e moê-lo um pouco antes de usar. É ótimo no frango com chili indiano.

Cominho

Adoro cominho, especialmente como marinada para carne moída. Cominho usado na Índia inteiro ou misturado com outras especiarias e é usado para dar aquele tom esfumaçado a muitos pratos indianos. Suas sementes são marrons e muito perfumadas.

É melhor usar cominho fresco se quisermos um sabor mais intenso. Queima facilmente, por isso tome cuidado ao assá-lo. Se for aprovado, o cominho é amargo. O ideal é 30 segundos de brindar leve e depois deixar esfriar antes de usar.

Coentro

É uma das espécies mais antigas conhecidas no mundo, com seus cor dourada, seu sabor um tanto cítrico e sua textura um tanto áspera. O grão de coentro é usado como base para muitas misturas de especiarias, mas o pó de coentro é uma das espécies mais utilizadas em pratos indianos.

Como no caso do cominho, é preciso torrar um pouco até dourar e as sementes começarem a pular um pouco na assadeira. Chicken Tikka Masala é um clássico.

Noz-moscada e maça

Ambos são amplamente utilizados na gastronomia indiana. A noz-moscada fresca é processada para remover o exterior e remover o revestimento. O exterior duro que cobre as sementes pode quebrar antes de ralar e se tornar maça. Ou seja, maça é a casca da noz-moscada.

Quando seca, adquire uma tonalidade entre o dourado e o laranja e confere um sabor quente e suave ao preparo. Por outro lado, a noz-moscada seca dura muito tempo, pelo que é sempre aconselhável comprar em grão e ralar directamente no prato ou no preparo.

É muito raro usar noz-moscada já moída porque depois de ralada perde intensidade, então por quê? A carne com curry massaman tem noz-moscada.

Sementes de mostarda

As sementes podem ser pretas, marrons ou amarelas e são amplamente comercializadas na culinária indiana. As sementes perdem o sabor quando são moídas ou cozidas no óleo. Eles têm gosto de defumado e eles são muito usados ​​em caril e curry em pó.

Além disso, o óleo de mostarda é amplamente utilizado na culinária do norte da Índia.

Feno-grego ou feno-grego

É a espécie que não falta curry em pó de Madras. É super característico pela sua fragrância e sabor. As sementes desta planta são amareladas e secas e usadas como tempero, comumente chamadas Kasuri Methi.

As sementes são muito intensas por isso deve-se ter cuidado com o seu uso, como acontece com o cravo. Eles também são usados ​​na medicina tradicional e no xarope de bordo falso encontrado na Índia.

Cúrcuma

Muito comum na Índia, pode ser usado fresco ou seco. Tem muitos benefícios para a saúde e usado em caril e em muitas misturas de especiarias diferentes. Tem um sabor mais forte fresco do que seco e mancha o suficiente, então você deve ter cuidado ao manusear.

Tem uma fragrância pungente e terrosa e é usado em pequenas quantidades para dar aos curries sua rica cor dourada. Ovos Bhruji têm açafrão neles.

Açafrão

Ja sabemos, é a espécie mais cara do mundo. Vale mais do que ouro por seu peso e se você está se perguntando por quê, é simplesmente porque exige muito trabalho para ser produzido. Açafrão no estigma de flores de açafrão e deve ser cultivado à mão.

O melhor açafrão é vermelho escuro e vem da Espanha, Irã ou Caxemira. Quanto mais frio, mais profundo é o tom do vermelho. Tem um sabor único, mas o aroma varia de acordo com o nariz de cada um. Para uns é algo floral, para outros tem notas de mel ... Enfim, o açafrão é intenso e é usado em pequenas quantidades. geralmente se dissolve primeiro em água ou leite.

Você se atreve a brincar com estes especiarias indianas na sua cozinha?


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

bool (verdadeiro)