The Angel Falls: a cachoeira mais alta do mundo fica na Venezuela

Angel Falls na Venezuela

A natureza continua a ser um mistério para a humanidade, que estabelece suas próprias regras e sucumbe aos caprichos sobre os quais não temos controle, e lugares como Angel Falls confirmam isso. Localizado em Parque Nacional Canaima, uma extensão de 30 mil quilômetros quadrados no estado de Bolívar, na Venezuela, O salto do anjo (Kerepakupai Vena, o Salte do lugar mais profundo na linguagem Pemónnão é apenas a maior cachoeira do mundo com seus 979 metros de altura, mas uma joia natural cuja visita se torna uma aventura para quem vem a esta terra de nevoeiro, mistérios e natureza inóspita.

Angel Falls: inspirando a Disney

Possivelmente muitos de vocês já viram o filme da Disney e Pixar Up, aquela história em que um velho e um escoteiro empreenderam uma jornada em uma casa amarrada a mil balões até chegarem às chamadas Cachoeiras do Paraíso. Ao fundo, a odisséia de um velho aviador que tentou chegar à mesma cachoeira para acabar se refugiando na selva. O famoso filme de animação tornou-se uma referência não só a uma certa enorme cachoeira da Venezuela, mas ao mistério que esta paisagem venezuelana formada por gente famosa sempre evocou para aviadores e exploradores. tepuis, enormes montanhas de cume plano que o nevoeiro envolve em mistério.

Embora possa parecer curioso, a descoberta pelo oeste da cachoeira que brota do conhecido como Auyantepui Aconteceu em 1927 pelas mãos do capitão espanhol Félix Cardó Puig, que junto com o explorador Juan María Mundó Freixas, também espanhol, encontrou a queda impressionante, registrando sua presença em mapas e documentos que começaram a chamar a atenção de outros estrangeiros exploradores. Entre eles estava o aviador Jimmie Angel, que em 1937 solicitou acesso para sobrevoar o salto em seu avião junto com Cardó, sem saber que a névoa que envolve os tepuis causaria um acidente do qual, felizmente, ambos escapariam ilesos. Em homenagem a esse "susto", a cachoeira seria batizada logo depois como Angel Falls.

Durante os anos seguintes, diversos exploradores e jornalistas tentaram chegar a este local rodeado por uma selva impenetrável e rios caudalosos que, somados à inclemência da estação das chuvas entre junho e dezembro, podem transformar qualquer rota em uma odisséia. Em 1949, a altura das quedas foi esclarecida graças à jornalista da National Geographic Ruth Robertson, enquanto o explorador Aleksandrs Laime Ele se tornou a primeira pessoa a escalar o Auyantepuy em 1955, aproveitando sua visita para batizar o rio Gauja em referência a um dos mais belos riachos de seu país, a Letônia.

Após décadas em que a cachoeira começou a consolidar sua imagem exótica em todo o mundo, Angel Falls seria declarada patrimônio da Unesco em 1994.

Rota emocionante para Angel Falls

queda do anjo canaima

Embora Angel Falls seja uma das as grandes atrações turísticas da Venezuela, o acesso a ela não é tão fácil, confirmando sua condição de santuário natural indomado. Na verdade, as três formas de se chegar ao outono também não são um mar de rosas: a primeira, de helicóptero ou avião, nem sempre pode ser realizada devido à neblina que envolve e dificulta a visualização dos imponentes tepuys.

A segunda e mais procurada forma de acessar Angel Falls é caminhar do acampamento Canaima por três horas. Uma rota que muitas vezes se desvia em vários roteiros rio acima em canoas motorizadas administradas pelos índios Pemon, nativos que vivem da atividade de guias e donos de pousada ecológicaSão acampamentos onde as redes consolidam novos modelos de hospedagem e os hotéis de luxo são escassos. Porém, o problema ao optar por esse tipo de acesso, neste momento, refere-se ao fluxo de rios e outras cachoeiras como o Machado ou a Andorinha, que causam aumento da neblina e transbordamentos imprevistos, por isso a melhor época para visitar o Parque Canaima é na estação seca, de janeiro a maio.

Outra opção demandada pelos turistas costuma ser o fique no acampamento Isla Ratón, localizado nas proximidades de Angel Falls, localizado a uma hora de caminhada pela selva.

Assim que chegarmos, a possibilidade de subir nas alturas e tirar algumas fotos do famoso Mirante Laime nos permitirá erguer os olhos e contemplar aquele monstro aquático que emerge do alto do Ayantepuy, elevação temida pelas etnias Pemon que a chamam de Montanha dos Espíritos do Mal em homenagem ao seu mistério, a mesma que permitiu no seu topo crescem plantas desconhecidas e a névoa continua a desafiar quem tenta aceder a esta cascata de sonho.

A Angel Falls confirma o poder de uma natureza que ruge e permanece intacta em uma das áreas mais desconhecidas de toda a América do Sul.

Você gostaria de dar uma olhada nas Cataratas do Anjo?

 

 


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*